STORYTELLING – UMA JORNADA ÉPICA

O termo storytelling se tornou comum no marketing faz alguns anos. Mas que bicho é esse? Do que se alimenta? Onde vive? Continue lendo e você vai descobrir.

O marketing adotou a técnica de contar histórias por um motivo muito simples, porém extremamente relevante: o marketing é feito para pessoas, e as pessoas gostam de histórias. E ao contar narrativas emocionantes conseguimos captar o interesse do nosso público, de uma forma que nenhum outro conteúdo é capaz. Em outro artigo que publiquei aqui, falei de gatilhos mentais e como nosso cérebro é receptivo a eles. O storytelling é um dos mais, se não for o mais, eficiente. Ao utilizar o recurso no marketing de conteúdo de sua empresa, o engajamento da sua audiência aumenta e você criará um vínculo que lhe dará autoridade na sua área. A venda do seu produto ou serviço se torna muito mais fácil quando as pessoas confiam em você e sabem que você realmente resolve o problema de seu público. Vale muito a pena saber mais sobre storytelling e como utilizar no marketing, pois isso vai trazer resultados positivos. Neste artigo vou dar exemplos e ensinar como você pode utilizar o storytelling para cativar sua audiência.

Mas porque é tão bom?
Mas antes vou explicar porque contar histórias causa tanto impacto. Milhares de anos antes da invenção da escrita, as pessoas compartilhavam entre si histórias, que ensinavam, que davam lições e também entretinham. Hoje, milhares de anos depois da invenção da escrita as histórias ainda tem o mesmo papel e importância. O ser humano é curioso por natureza, e quando começamos a ouvir/ver ou ler uma história somos pescados pelo desejo de saber como termina. Obviamente algumas histórias são mais bem sucedidas do que outras. Mas neste artigo vou te ajudar a criar a sua própria história de forma efetiva.

O antropólogo Joseph Campbell pesquisou durante anos os mitos de vários povos espalhados pelo mundo. E ele chegou a conclusão que existiam muitas similaridades entre diversas histórias de povos antigos que nunca haviam se visto antes. Foi assim que ele chegou até a jornada do herói, uma estrutura narrativa que engaja qualquer audiência, pois está presente em nosso inconsciente. Inúmeros filmes e livros usam essa estrutura e você nem sabia. Eu não vou me aprofundar nessa estrutura, pois ela não é a única, mesmo sendo uma das mais eficientes. Vou apresentar um modelo que eu mesmo criei, baseada na jornada do herói e em outras fórmulas.

E como utilizar?
Recentemente publiquei um vídeo onde explico que na estratégia de funil de vendas os primeiros conteúdos devem ser de atração. Nesse tipo de conteúdo você apresenta sua empresa, como começou e para onde vai e o público vai decidir se segue com você nessa jornada. Por isso é importante causar uma boa primeira impressão. E com o storytelling você emociona e cativa o público, facilitando que ele queria continuar consumindo seu conteúdo. Se quiser assistir o vídeo antes de continuar o artigo, clique aqui.

Agora vou explicar como aplicar a técnica para contar uma história que vai impactar seu público. Mas antes alguns pontos que você precisa ter em mente. Eles são essenciais.

  • Conheça bem seu público-alvo. Você precisa saber para quem você vai falar, para então decidir o que e como falar. E esse entendimento sobre seu público precisa ser constante. Esse vídeo explica bem isso.
  • Sua história precisa ser autêntica. Se quiser inventar uma, tudo bem. Mas deixe claro que você está criando uma ficção para exemplificar sua mensagem. Não diga que você passou por algo que não aconteceu, pega muito mal.

  • Estruture sua história já sabendo como será o final. Você precisa ter em mente que o storytelling no marketing precisa ter um propósito. Não é contar por contar. É essencial que sua história tenha uma “moral” no fim. Uma grande lição.

  • Use muitos fatos, dados estatísticos, números, exemplos reais, depoimentos, estudos de caso, etc. Tudo isso vai dar mais credibilidade e gerar identificação. Não é porque é uma história que ela não precisa estar firmemente embasada na realidade (mesmo sendo uma ficção). 

Dito isso, agora vou apresentar uma fórmula que desenvolvi para contar histórias. Existe apenas um jeito de fazer? não! Existe um certo e um errado? Não, só o que funciona bem e o que não funciona. Essa fórmula serve para te ajudar a ter um rumo a seguir, mas você pode criar novos jeitos de contar uma história. Lembre-se que vou apresentar aqui uma estrutura. Dentro dela você coloca os seus fatos. Como falei antes de conteúdo de atração, estou sugerindo o storytelling para apresentar sua empresa, mas você vai perceber que a técnica pode ser usada no seu conteúdo em diversos outros momentos. Vamos lá.

O LUGAR COMUM
O inicio é quando tudo é monótono, comum e repetitivo. Você está em um emprego ruim a muitos anos, ou vive mudando de emprego, ou está a um bom tempo desempregado. Não importa, é aquele lugar desagradável, mas que você já está acostumado a ficar ali.
Ponto de virada: alguma coisa lhe dá um estalo de que não dá mais para continuar assim. Algo precisa mudar. Você cansou, ou as pessoas ao teu retor te deram um cutucão, a falta de dinheiro te forçou, enfim…algo te abriu os olhos de que aquele lugar comum precisava mudar.

OS DESAFIOS
Aqui é o meio da história, a parte mais empolgante. Pois depois do ponto da virada, você teve que tomar uma atitude (fazer um curso, vender tudo que tinha, mudar de cidade) para então colocar em prática um novo plano de vida. Você largou o velho emprego que não dava satisfação e resolveu investir naquilo que você sempre gostou. Mas não vai ser fácil, nunca é. Daí surgem os desafios que você vai vencer (não sabia registrar um cnpj, mas pesquisei no Google e descobri), aqueles que vai perder (precisava de um capital inicial e nenhum banco me concedeu, tive que ir com o que eu tinha mesmo), e também surgem aliados (precisei criar minha marca e a agência de um amigo me deu uma força). Você pode até perder todos os desafios, cair em todos. Mas eles te ensinaram alguma coisa não é? Por isso digo que é a parte mais legal da narrativa. Ao contar sua história invista em bastante emoção nesta parte. A todo momento você vai cair, vai levantar, coisas inesperadas vão acontecer, amigos e inimigos surgirão de onde menos se espera.
Ponto de virada: chega um momento que você percebe que está chegando perto de seu objetivo, que depois de vários percalços, seu plano está fluindo. Você ainda não alcançou o sucesso, mas parece estar no rumo certo.

A CONCLUSÃO
Apesar do nome, aqui não é o fim da história, apenas a conclusão de uma etapa. É o final do episódio, não o final da série/novela. Você chegou a um ponto desejável. Aconteceu uma transformação notável desde que você saiu do lugar comum, passou e venceu os desafios (e perdeu alguns também) e chegou até o momento em que está contando a história. Agora é o momento de projetar o futuro, mostrar que você tinha um objetivo, e o conquistou. Mas agora é hora de continuar buscando novos desafios, ou de se aperfeiçoar, buscar novos rumos. E quem se identificou com sua jornada vai poder escolher seguir junto com você nesse futuro promissor. Na conclusão use sempre uma chamada de ação, pois você quer o seu público lhe acompanhando em novos conteúdos. Se você está usando a história como conteúdo de atração, ainda não é o momento de vender nada.

A sua história pode e deve ser ilustrada com imagens, vídeos, exemplos, músicas…tudo isso vai deixar sua mensagem mais eficiente. Se estiver muito inseguro para começar, siga o modelo de alguma história que você já conhece, mas preencha com o seu conteúdo exclusivo. Exercite sua criatividade. O storytelling precisa ser trabalhado, ele não nasce pronto. Mas se você investir tempo para aprimorar suas histórias, os resultado vão aparecer e você vai engajar mais a sua audiência.  Leve seu leitor por uma jornada, cativante, surpreendente, única e emocionante.

Pretendo fazer mais conteúdos sobre storytelling, pois é algo que sou apaixonado. Gosto de consumir todo tipo de história, e de fazer as minhas também, quando escrevo meus contos por hobby. 

Se você tem interesse em saber mais me diga. Vai ser um prazer trocar uma ideia sobre isso.

Tudo de bom
Ricardo Reis

O QUE É E PARA QUE SERVE O MARKETING DIGITAL

O Marketing Digital nada mais é do que estratégias de marketing aplicadas e adaptadas para a internet. São as ações de comunicação de uma empresa que utiliza a internet para divulgar e vender seus produtos e serviços, além de ampliar o seu relacionamento com os clientes. As pessoas permanecem cada vez mais tempo online e a maneira como elas consomem também mudou, o que significa que o marketing como era feito antes com panfletos, outdoor, revistas ou propagandas na tv, já não é tão eficaz como costumava ser.

Atualmente a internet é considerada a maior fonte de informação do mundo e desde que isso foi constatado, as empresas passaram a investir pesado em marketing digital e de conteúdo. O mundo está mais conectado e a velocidade das informações é cada vez maior, sendo assim não podemos mais fugir do Marketing Digital.

Sabemos que lidar com essa realidade nem sempre é fácil para quem não trabalha diretamente na área, ainda mais para quem teve uma vivência só no modo que antes podíamos chamar de convencional, ou seja, offline. Então aqui nós vamos facilitar a sua compreensão.

A sua dúvida é: para que serve o Marketing Digital? Eu explico!

O Marketing Digital serve para inúmeras finalidades, não apenas para a venda de um produto ou serviço, mas também para entender melhor seu público, suas necessidades, melhorar o relacionamento e conquistar mais clientes. Além disso ajuda a empresa a receber feedback do que está ou não funcionando, por isso a importância da troca, do contato, do diálogo. Não apenas dar conteúdo, mas também receber.

Quanto aos resultados em si, o marketing digital tem por tem objetivo aumentar as vendas, gerar oportunidades ou o fechamento de contratos e aumentar a rentabilidade da empresa. Apesar do marketing digital não tratar unicamente de ações de vendas, ele contribui com uma importante parcela que é atrair, qualificar e torná-los oportunidades comerciais. Uma empresa que sempre foi offline (física) pode abrir uma loja virtual, assim é possível vender para pessoas que até então desconheciam a marca ou que não tem representantes dela na sua região. 

Usar os meios digitais para atender e dar suporte aos clientes também é um objetivo interessante. As pessoas estão cada vez mais conectadas e sem paciência para aguardar a resposta através de um email ou ficar minutos esperando um atendimento por telefone. Para isso é possível usar as redes sociais, aplicativos de conversas ou chat online. Assim a forma digital permite que a comunicação entre empresas e consumidores seja feita de maneira simplificada e muitas vezes em tempo real. 

O Marketing Digital serve para solidificar a marca e posicioná-la no mercado, os clientes são fidelizados através de ações personalizadas que garantem que a marca fique presente na memória do consumidor e consequentemente com o resultado desses fatores, há a maximização dos lucros e a divulgação da empresa com eficiência para o seu público.

Como o marketing digital pode ajudar a sua empresa?

  • Produza conteúdo
    Uma boa ferramenta para atrair clientes é produzir conteúdo. Ter um conteúdo explicativo e educativo com certa frequência para que sua empresa seja lembrada com uma referência no seu nicho. Mostre que você soluciona problemas e não apenas vende produtos/serviços.

  • Use bem as suas redes sociais
    As redes sociais são muito relevantes para as pequenas e médias empresas. Mas não basta ter um perfil, é preciso usá-lo com sabedoria e estratégia, observando seu público, o que ele deseja e quais são as suas necessidades. É preciso criar uma empatia com os seus clientes, que eles recorram a sua empresa para buscar informações e assim consequentemente haver engajamento. Outro artigo aqui no site que pode te interessar é sobre Gatilhos Mentais no Marketing Digital. Confere.

  • Pense no curto e no longo prazo
    A criação de conteúdo em um blog da empresa costuma dar retorno no longo prazo, ganhando relevância por ser um negócio especializado em sua área. Já no curto prazo muitas ações dão resultado com investimento em publicidade, como anúncios que são exibidos em forma de links quando alguém realiza uma busca, tanto por smartphones como por meio de computadores.

  • Fique atendo à mobilidade
    Com o uso do Smartphone, os consumidores querem encontrar empresas que tenham mais recursos que facilitem o seu dia a dia. É preciso se adaptar a essa realidade e pensar na possibilidade de criar aplicativos, ter um site que seja intuitivo, sem grandes complicações e que possa ser perfeitamente ajustável às telas dos celulares. É importante investir em um site que seja assim, adaptável aos dispositivos móveis.

  • Invista em atendimento
    Se a sua empresa fizer vendas online, divulgue claramente como o cliente conseguirá entrar em contato com a sua equipe, seja para reclamações ou para dúvidas, isso ajuda a criar uma relação de confiança. As informações de horário de atendimento devem ser de fácil acesso ao consumidor em todas as suas plataformas. 

  • Tenha cuidado com a estrutura e aparência
    Tenha um site que além de bonito seja funcional, preste atenção na velocidade e no compartilhamento de servidores. Isso também vale para as redes sociais, seja organizado com as informações, com um mínimo de padrão e harmonia no seu perfil.

O mundo digital permite que muitas pessoas sejam impactadas pelos seus anúncios e possam conhecer a sua empresa com um investimento inferior ao que era gasto anteriormente em mídia tradicional. São mudanças que vieram para somar, otimizar e expandir o mundo dos negócios e que nós podemos fazer uso e alcançar nossos objetivos.

Fique a vontade para fazer perguntas e comentários.
Sua empresa já está utilizando marketing digital? Quer saber como entrar no meio digital? Podemos te ajudar.
📩 contato@conteudoativo.com.br
📲 https://wa.me/555195112063

Abraços.
Ge Jacques

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O INSTAGRAM

Você tem noção do que significa 1 bilhão de pessoas? É muita gente, é bastante gente, é gente pra caramba! Esse é o número aproximado de usuários do Instagram em 2020. É a rede social que mais vem apresentando crescimento nos últimos anos. Ainda está em segundo, atrás do Facebook. Mas não duvide que em algum momento o Insta alcance o primeiro lugar. E não são apenas pessoas que estão presentes. A grande maioria das empresas também está lá. Para quem tem empresa isso representa um enorme público a ser alcançado. Mas seus concorrentes também estão lá. Então é preciso se destacar. Mas volto a esse assunto mais adiante.

Agora quero citar os dados referentes ao nosso país. O Brasil é o 2º colocado em número de usuários no Instagram, atrás dos Estados Unidos. São aproximadamente 70 milhões de perfis. Basicamente 1 em cada 3 brasileiros está no Instagram. Claro que esse número é relativo, pois uma boa parte é de perfis de empresas. Mesmo assim a presença de pessoas físicas é imenso.

 

E o que isso significa para a sua empresa?
Quando você publica uma foto do seu produto ou do dia-a dia do seu negócio, não quer dizer que ela será vista por milhões de pessoas. Nem de longe seu alcance será esse. Mas fique tranquilo, porque isso é bom. Por exemplo: é muito mais interessante sua postagem ser vista por 100 pessoas que tem potencial de ser seu cliente do que por 1000 que não tem. Até agora venho falando de números, mas a verdade é que eles são muito relativos. Não importa tanto a quantidade e sim a qualidade do seu público.

 

O conteúdo é fator decisivo!
Mas para as empresas terem um público qualificado é necessário produzir um conteúdo adequado. Gerar conteúdo relevante, que seja interessante, instrutivo, útil e às vezes também divertido é a melhor estratégia. Para vocês terem uma ideia, 40% das pessoas ficam mais de 4 horas por dia nas redes. A atenção do usuário é muito dividida com inúmeros outros conteúdos. Então o esforço para criar algo único deve ser constante. Outra questão importante. Não use os likes como medida de qualidade do seu conteúdo. Essa é a chamada “métrica da vaidade”. As pessoas podem curtir seu conteúdo instintivamente. Mas será que foi realmente relevante para elas? Os comentários e compartilhamentos (e o salvar post do Instagram) valem muito mais. Eles indicam a relevância do seu conteúdo. Se seu público está investindo tempo para mostrar as postagens da sua empresa para outras pessoas, acredite: você está no caminho certo!

 

Além do conteúdo a forma.
Você pensou um conteúdo bacana, analisou o público, descobriu suas dores e está pronto para apresentar uma solução. Aquele conteúdo que não vai ser ignorado de jeito nenhum. Mas não rola 🙁 

Existem vários fatores envolvidos para esse insucesso, mas posso apresentar o lado oposto. Fatores que trazem sucesso. Os vídeos são o formato de conteúdo que recebe mais engajamento. Ao postar um vídeo no feed do Instagram, sua publicação pode ter um engajamento 38% maior do que uma foto e duas vezes mais comentários. Pense nisso. Será que aquele conteúdo bacana que você elaborou não poderia ser passado em vídeo? E não precisa ser uma super produção. Basta que seja objetivo e transmita um bom conteúdo. As pessoas estão muito mais abertas a conteúdos espontâneos no Instagram. Então perca a vergonha e grave seus vídeos. Você vai notar a diferença nos resultados.

Outro formato que é muito importante hoje: Stories. Segundo Chris Cox, diretor de produtos do Facebook, o modelo de stories tende a superar o feed. Lembra que eu falei de vídeo e espontaneidade? Pois é, o stories é o lugar certo para essa abordagem. As pessoas adoram os stories. Em 2017 os usuários ativos nos stories eram 250 milhões. Em 2019 chegou a 500 milhões. Então elabore mais de um conteúdo diário para os stories e perceba como seu alcance vai melhorar. 

Última dica!
Fique de olho nas tendências, pois tudo muda rapidamente. Mas alguns pontos básicos se mantém. Por isso criamos o e-book 10 Dicas para Instagram. Esse e-book foi elaborado com muito carinho por nós aqui da Conteúdo Ativo, para que você que tem empresa, alcançar melhores resultados no Instagram. Como eu disse, as tendências e novas ferramentas surgem a todo momento, mas alguma configurações e boas práticas se mantém. O e-book contém um conhecimento básico que você precisa saber para que seu perfil no Instagram esteja devidamente configurada. Além disso passamos algumas dicas de formatos de conteúdo. O e-book é totalmente GRATUITO para você. Clique aqui e baixe agora mesmo.

Espero que você goste.
Ficou alguma dúvida, tem algum comentário? Conta aqui.

Até mais.
Ricardo Reis

 

FICA EM CASA E APROVEITA PARA SE APERFEIÇOAR

Estamos no primeiro semestre de 2020 e as relações pessoais e de trabalho foram modificadas drasticamente. Além do distanciamento social, muitas pessoas estão trabalhando remotamente. Novos desafios se impõem e precisamos nos adaptar. O home office já não é exclusividade dos micro e pequenos empreendedores. Mas podemos extrair algo de bom da atual situação? Eu acredito que sim, na verdade podemos ver muitos aspectos positivos nesse novo cenário.

Quem trabalha em grandes cidades sabe como o trânsito pode ser estressante. Às vezes comer fora pode ser bem caro e não tão saudável e por aí vai. Trabalhando em casa evitamos esses problemas e muitos outros e com isso nossa qualidade de vida melhora. Mas alguns problemas podem surgir para quem trabalha em casa, como por exemplo baixa produtividade, distrações e falta de motivação. Abaixo listo alguns comportamentos que podem lhe ajudar a se manter produtivo.

  • Mantenha uma rotina como se estivesse trabalhando fora;
  • Crie listas de tarefas com metas de longo prazo e de curto prazo;
  • Estabeleça prazos de entrega das tarefas e fique fiel a eles:
  • Aproveite os recursos tecnológicos para manter-se em contato com colegas.

Essas dicas podem ajudar muito você a ter um melhor aproveitamento do tempo em seu trabalho diário. E mais ainda, vão sobrar algumas horas, que seriam aquelas em que você estaria se deslocando para ir e voltar do trabalho. Que tal aproveitá-las para se aperfeiçoar?
Sabe aquele idioma que você sempre quis aprender e que pode ser um diferencial em sua carreira? Ou entender como trabalhar o conteúdo e a comunicação de sua empresa? Então, a hora é agora.

Criei para os empreendedores uma lista de conhecimentos que serão muito úteis e que você pode aprender no conforto de casa, na hora que quiser.

  • Marketing digital: no momento atual saber lidar com o marketing digital é um diferencial que vai separar as empresas que vão prosperar e as que ficarão para trás. 
  • Geração de conteúdo: seus potenciais clientes não querem saber que produto você vende, de que cor ele é, o tamanho e às vezes até o preço. O público quer saber como você pode impactar na vida dele, que benefícios pode trazer. E gerar conteúdo nas redes sociais é uma ótima forma de alcançar esse objetivo.
  • Presença digital: Após entender o funcionamento do marketing digital e sobre produção de conteúdo, você precisa estar presente no meio digital. Lá você vai oferecer “iscas” e assim criar um funil de vendas eficiente.
  • Crie narrativas: Envolva o seu público com histórias cativantes, motivacionais e que também ensinem e promovam valor. As pessoas gostam de histórias, ofereça isso.
  • Estabeleça diálogo: Ao conversar com seu público é gerada uma conexão. Sua audiência vai ter a percepção de que você está disposto a ouvir sobre as demandas e dores que os incomodam. Assim você poderá oferecer soluções.
  • Gerencie dados: Depois da conversa é hora de tabular as respostas e avaliar os dados para chegar a conclusões que irão lhe indicar que caminho seguir.

O aprendizado constante deve ser uma das prioridades para quem atua no mercado. O mundo atual passa por mudanças constantes e o aperfeiçoamento vai lhe garantir um lugar à frente dos concorrentes.

Pensando em compartilhar conhecimento como forma de desenvolver negócios, a Conteúdo Ativo criou o curso PRIMEIROS PASSOS – TRAGA SEU NEGÓCIO PARA O DIGITAL, onde você vai aprender a criar uma isca digital e uma estratégia de automação para atrair leads. Nas 10 aulas do curso você irá aprender na prática as ferramentas e estratégias para dar os primeiros passos e criar um funil de vendas eficiente.
TRAGA SEU NEGÓCIO PARA O DIGITAL e promova uma transformação nas sua vendas. 

As inscrições estão abertas. Mas fique atento! Como damos assessoria para cada aluno, temos que limitar o número de vagas. Então aproveite esta oportunidade de entrar de vez no meio digital e realizar uma mudança em sua vida.

Clique aqui e saiba mais sobre o curso.

Tudo de bom 🤓
Ricardo Reis

GATILHOS MENTAIS NO MARKETING DIGITAL

GATILHOS MENTAIS NO MKT_DESTAQUE

GATILHOS MENTAIS NO MKT DIGITALVou escrever aqui hoje sobre algumas ferramentas linguísticas chamadas gatilhos mentais. Os gatilhos são o uso de palavras-chave no seu texto, que visam gerar um resultado esperado. E quais são esses resultados? Basicamente são dois:

  • Chamar a atenção;
  • Gerar uma ação.

Desta forma, estes gatilhos servem muito aos objetivos do marketing e mais especificamente como vou tratar aqui, aos objetivos do marketing digital. Se você tem uma empresa, quer vender seu produto ou serviço. E para isso você precisa primeiro chamar a atenção das pessoas para o que você oferece e em segundo lugar gerar uma ação, que seria efetuar a compra. Porém em se tratando de marketing digital a ação que você quer gerar pode ser:

  • Clicar em um link;
  • Preencher um formulário;
  • Visitar um site;
  • Escrever um comentário e muito mais. 

Mas como os gatilhos mentais funcionam?
Nosso cérebro é “programado” para identificar certas palavras ou frases que chamam a atenção. Através de inúmeros processos psicológicos essas palavras ativam regiões do cérebro voltadas à atenção, surpresa, prazer, etc. Ou seja, as palavras estimulam esses sentimentos, fazendo o texto ser atrativo. O gatilho faz uma promessa que esperamos que seja cumprida. Isso é muito importante e vou explicar mais adiante. Em um segundo momento queremos que as pessoas façam uma ação. Os gatilhos novamente ativam partes do cérebro responsáveis por realizar aquela ação. Então essas palavras direcionam o público a seguir um caminho que escolhemos.

Mas aqui temos dois aspectos muito importantes que não podem faltar quando usamos os gatilhos mentais: ÉTICA E HONESTIDADE.

Ética: queremos persuadir a pessoa a realizar uma ação. Mas isso é muito diferente de manipular a pessoa. Vocês já devem ter ouvido a expressão “chantagem emocional”. Nada mais é do que usar um gatilho, algo que toca profundamente outra pessoa, mas de forma a atingir apenas os seus próprios interesses. Quando fazemos nosso marketing, estamos buscando uma relação comercial. E nessa relação os dois lados precisam ganhar. O consumidor recebe um benefício com seu produto ou serviço e o empresário recebe um retorno financeiro. Isso é totalmente legítimo. Por isso o uso ético dos gatilhos é essencial para você não manipular as pessoas que terão prejuízo e apenas você ter ganhos.

Honestidade: Os gatilhos mentais muitas vezes pressupõem uma promessa e uma recompensa. Eu chamo a sua atenção, você toma uma ação e em troca eu recebo um benefício. Mas nunca prometa algo que não pode cumprir. Se você diz: “com esse produto você emagrece 10 quilos em 30 dias”, isso é uma promessa e com certeza você não pode cumprir isso por vários motivos. Mas se você usar essa mesma chamada na sua comunicação deve explicar em algum momento que a pessoa PODE emagrecer 10 quilos e que isso vai depender do organismo e esforço de cada um. Nesse caso você está sendo honesto e transparente.

Os gatilhos mentais se dividem em diversas categorias, e dentro de cada uma existem diversas palavras-chave. Não vou me aprofundar nas categorias e sim nas palavras e no resultado que buscam atingir. Segue uma lista abaixo:

7 FRASES QUE IMPLICAM EXCLUSIVIDADE
-Apenas membros

-Matrículas encerradas

-Seja um dos poucos

-Obter antes de todo mundo

-Seja o primeiro a saber

-Somente para convidados

-Participe da lista vip

A exclusividade faz cada pessoa se sentir única. Em um mundo em que somos expostos a tanta comunicação massiva, participar de algo exclusivo é um diferencial que chama a atenção e pode gerar um ação, como preencher um formulário de inscrição para a turma exclusiva “X”, por exemplo.

7 PALAVRAS QUE IMPLICAM CURIOSIDADE

-Controverso

-Revelado

-Conheça

-Proibido

-Privado

-Segredo

-Tabu

O uso dessa palavras para gerar atenção é bem óbvio, mas funciona. Algo que é revelado implica um surpresa e surpresas chamam a atenção porque saem do lugar comum. Funciona muito bem em títulos de email, entre outros.

7 PALAVRAS/FRASES QUE IMPLICAM SIMPLICIDADE

-Passo a passo

-Simples

-Caminho mais curto

-Atalho

-Sistema eficaz

-Rápido

-Eficiente

Em um mundo tão corrido e em que buscamos informação que seja útil mas de forma rápida, o uso dessas palavras vai gerar atenção e ação. Funcionam muito bem em títulos, mas você pode usar a qualquer momento no seu texto.

Esses são apenas alguns exemplos, pois existem muitos outros que posso abordar em outros artigos, se vocês quiserem.

Última dica
Os gatilhos mentais são ferramentas linguísticas como falei antes, portanto eles podem ser usados tanto nas palavras escritas, como nas faladas. Então incorpore nos assuntos dos emails, descritivos de redes, textos para seu blog…enfim em tudo que você escrever. Claro eles precisam ser coerentes com o que você oferece. E também use bastante nos seus vídeos e até mesmo nas suas falas do dia a dia.

Agora quero saber: você já usa os gatilhos mentais? Já conhecia? Quer saber mais sobre eles?
Visite nossas redes sociais e vamos conversar.

Tudo de bom.
Ricardo Reis
Conteúdo Ativo

3 PILARES PARA O INSTAGRAM

Eu escuto muito as frases “quero ter mais seguidores” ou “quero ter mais engajamento” se referindo ao INSTAGRAM.
Quando eu recebo esses questionamentos, sempre faço uma avaliação do perfil para ver se os 3 PILARES principais estão sendo aplicados, e normalmente não estão.
E quando questiono o motivo de não ser feito, a respostas são ” dá trabalho”,  ” não tenho tempo “,  “mas isso funciona mesmo?” , ” eu fiz uma vez não deu em nada” .Isso mesmo, aumentar seguidores, ter alcance, ter engajamento e vender, dá muito trabalho. Depende de tempo, teste e persistência. NÃO EXISTE FÓRMULA MÁGICA.
Vamos falar de fórmula mágica: é o desejo de fazer uma única postagem a cada semana, sem pesquisa de conteúdo e esperar que ele faça todo o serviço ou aquele desejo de não interagir com ninguém que segue e querer que eles interajam com o seu perfil. Mas infelizmente preciso dizer que isso não existe.
Então vamos aos 3 pilares principais. Seguir esses passos que vou ensinar não irá salvar nenhum perfil. Eles são os primeiros passos, o norte inicial. Tem muita estratégia para ser feita e o resultado é uma soma de tudo. Mas se você aplicar eles já verá um movimento diferente no seu perfil. Vamos lá:1º PILAR – FREQUÊNCIA
Cada rede social tem uma funcionalidade diferente, tem um código e precisamos respeitar e o aprender para termos bons resultados. A frequência conta muito nesse código no Instagram. Um post por semana ou até de 15 em 15 dias como as vezes vejo, ou postar “quando dá” não é uma estratégia válida. Você precisa se manter presente para o seu público.Na  timeline você deve fazer testes com a sua audiência para saber melhor dia e horário para postar conteúdos. Faça provocações, chame para o engajamento, crie perguntas, está liberado o conteúdo mais longo. O mais importante é testar como seu público responde. Faça teste de mídia também e formatos. Poste carrossel, foto única, vídeo. Analise como cada formato é recebido.Para Stories é necessária uma atenção maior, ele te ajuda muito a aumentar o alcance dos conteúdos. Mas é preciso ter uma frequência maior. Pelo menos um conteúdo por turno no dia. SIM, Stories é local de postar todos os dias, mais de uma vez. Daí você deve estar se perguntando ” Como vou fazer isso? Não trabalho mais?”
Calma, existem muitas formas de conseguir manter seu Stories alimentado diariamente. Vamos a alguns exemplo:
– Foto da estação de trabalho;
– Portfólio;
– Dica rápida sobre seu ramo de atuação;
– Abrir caixa de pergunta para a audiência;
Inúmeras são as possibilidades. O importante é: se mantenha presente no Instagram.

A Conteúdo Ativo está com um COMBO DE E-BOOKS, um sobre Whatsapp e o outro com 10 DICAS PARA O INSTAGRAM e nele tem algumas estratégias. É só CLICAR AQUI e aproveitar a oportunidade.

2º PILAR – HASHTAG
Eu ainda vejo muitas postagens sem hashtag # ou com hashtag em excesso,  ou com # de vários assuntos misturados. Quando usamos de forma errada, algo que está ali para nos ajudar, não conseguimos ver os resultados e ficamos frustrados. Então vamos entender a #:

– Ela cria um LINK dentro da rede, ela ajuda a direcionar o seu conteúdo para quem pode se interessar.
– Quando usamos a # nosso conteúdo pode aparecer na aba de PESQUISA e NAS HASHTAG SALVAS na timeline. Vocês já salvaram alguma # para acompanhar? Faça o teste e acompanhe algumas # para ver como funciona essa dinâmica.

– Quando alguém clica em uma # ele vai ver todas as publicações relacionadas, então imagine que eu estou procurando produtos de bebê no Instagram. Eu vou procurar a #maternidade OU mais especifica #maternidadeemportoalegre #maesdepoa , etc. E quando eu clico na # consigo ver várias postagens que usaram ela.  A sua empresa pode aparecer para quem está buscando determinado assunto.

Por esse motivo a pesquisa pelas # certas é tão importante, veja qual o link que a # que você está usando está inserida. Você não quer sua postagem aparecendo para quem não tem nada a ver com o perfil da sua empresa né?

Sobre excesso de uso, quando usamos muitas, o código entende como SPAM e não distribui o seu conteúdo. Foque na qualidade, 8 hashtag bem pesquisadas e bem usadas é melhor que 20 frias. Nos stories opte por colocar uma # por stories. O código entrega da mesma forma que as usadas na timeline.

3º PILAR – LOCALIZAÇÃO
A localização funciona semelhante a hashtag, ela ajuda na distribuição e cria um link dentro da rede.
Quando clicamos em cima de uma localização conseguimos ver as postagens que usaram ela, e seu conteúdo pode aparecer em uma dessas pesquisas.
Uma dica, use localizações bem específicas, por exemplo.: Loja XYZ,  Bairro Menino Deus.
Por que isso? Quanto mais focado, mais espaços de distribuição você pode ter.
Pois o código vai entender que você está em Loja XYZ, que é no Menino Deus, que fica em Porto Alegre, que é no Rio Grande do Sul, que é no Brasil.Ele vai ter tópicos de distribuição de conteúdo.Então pessoal, não é tão difícil assim, né?
Bora praticar os 3 pilares. Depois nos conte o que achou!
Mari Gonçalves

USE O PODER DO VÍDEO NA SUA COMUNICAÇÃO

Que o vídeo invadiu nossas vidas e está presente em todas as mídias digitais, isso você já sabe. Os vídeos cativam, chamam a atenção pelos seus recursos e são ótimos para passar conhecimentos mais profundos, ou recados rápidos.
Divulgar um novo produto ou algum serviço em promoção são ótimos assuntos para virar vídeo. Mas considere fazer vídeos com conteúdo educativo/explicativo. Entregue valor nos seus vídeos e construa uma audiência cada vez mais fiel.

Agora vou contar uma história. Nos cursos da Conteúdo Ativo, quando falo em produzir vídeo, as pessoas comentam inúmeros motivos para não fazer. Mas muitas vezes elas tem em mente um vídeo super produzido, com efeitos e animações, locutores e até atores profissionais. E claro que sem um grande investimento não é possível fazer um vídeo assim. Mas eu sempre reforço nos cursos: é possível fazer vídeos ótimos com seu celular e um bom conteúdo. Por que no final das contas o que fica para nossa audiência é o quanto o vídeo foi útil.

Então esqueça recursos que estão fora do seu orçamento. Vou falar aqui de vídeos que qualquer empreendedor pode fazer.
• Antes de tudo você precisa ter uma boa ideia. E para isso é importante conhecer bem seu público e saber quais são as necessidades de sua audiência. Então é claro, pesquise. Faça enquetes, crie posts que incentive os comentários e estabeleça um banco de dados com as informações. Isso é importante para seu vídeo ter um assunto que realmente interessa.
• Depois você precisa inovar com o assunto. Muitas vezes seu público pode ter dúvidas corriqueiras. Para não fazer um vídeo lugar comum, procure um enfoque diferenciado para passar o conteúdo. Conte experiências pessoais para inserir o assunto, busque exemplos práticos. Conte uma história que seja cativante e junte a ela o conteúdo que seu público quer ouvir.

Agora chegou a hora de produzir o vídeo. Lembre-se de alguns pontos essenciais que seu vídeo precisa ter.
• Som: o áudio precisa estar bom. Algumas pessoas podem apenas ouvir seu vídeo enquanto fazem outra tarefa. Você vai estar falando, então precisa de um som claro. Busque ambientes com poucos ruídos externos. Uma dica para deixar seu áudio mais “aveludado”: grave em locais que tenha tapetes, cortinas, móveis, madeiras. Tudo isso abafa a reverberação e deixa o som mais agradável.

• Imagem: Grave em um local bem iluminado, com a fonte de luz de preferência atrás da câmera. Use uma luminária, caso precise de uma luz extra. Com uma boa iluminação a imagem do seu vídeo vai ficar ótima.

• Equipamento: O que todo mundo tem, um smartphone.  Os celulares hoje tem ótima qualidade de som e imagem. Sempre verifique se tem espaço na memória antes de gravar o vídeo. Considere ter um tripé. Mas caso não seja possível, apoie seu celular em um local que fique na altura do seu rosto. Nem de baixo para cima e nem de cima para baixo. As pessoas tem que te ver como se estivessem conversando com você.

Agora que sabemos da parte técnica, qual vídeo eu faço? Vamos lá.
Abaixo seguem duas dicas de como usar os vídeos para alcançar uma audiência maior.

LIVE – Fazer uma transmissão ao vivo é uma ótima forma de engajar seu público. Aproveite para ensinar um passo a passo, ou explicar um conceito. Use as perguntas e comentários da audiência para acrescentar informações. As lives no Instagram podem durar uma hora antes de serem interrompidas, então dá para falar muita coisa. Mas pesquise bem um horário para não concorrer com outras lives que seu público pode ter interesse.

STORIES – Sim, algo tão simples como os stories, são uma ótima oportunidade para você gravar um vídeo bacana. Mesmo aceitando apenas 15 segundos, você pode gravar vários na sequência. Mas eu não sugiro mais do que três. Divida seu assunto em um começo (você faz uma pergunta, ou cria uma expectativa), o meio (onde você entrega o conteúdo) e um final (onde você chama para a ação, seja visitar seu site, clicar em um link, etc). Lembre que aqui a comunicação é mais rápida e mais constante. Deixe conteúdos mais densos para a live.

IMPORTANTE: O lançamento do seu vídeo precisa ter uma estratégia de comunicação. É muito chato você investir tempo e esforço para fazer um vídeo bem bacana e depois ninguém assistir 😔
Então faça posts, avise nos stories, convide as pessoas por email… enfim, divulgue seu conteúdo.

Agora mãos a obra. Me conte se você já faz ou pretende fazer vídeos e o que achou das dicas.

Até mais 🤓

Ricardo Reis
Conteúdo Ativo

PLANEJAMENTO É PRECISO #maeempreendedora

Mães, vamos conversar?

No seu negócio você já tem Planejamento, Estratégias, Ações, Mídias, etc… bem organizado e gerenciado?

Se sua resposta foi SIM, ótimo!
Mas se sua resposta foi NÃO e você considera que suas tarefas maternas interferem nesse ponto seguem algumas dicas:

1) Separe um período para trabalhar nas ações da sua empresa
30 minutos, 1 hora ou 1 hora e meia ou o tempo que você conseguir incluir nas suas tarefas diárias. Com o passar do tempo e dentro das suas possibilidades aumente esse tempo no dia a dia.

2) Faça uma lista de TAREFAS GERAIS e ordene por PRIORIDADE
Distribua essas tarefas por dias dentro do tempo que você separou para o trabalho na sua empresa. O que são essas tarefas gerais? Fazer financeiro, contratos, mídias sociais, cadastros de clientes, entre outras. São ações que fazemos no dia a dia da empresa.

3) Responda às demandas urgentes
Dentro desse momento que você separou para o trabalho na empresa, as primeiras ações devem ser responder às demandas urgentes, como por exemplo, dúvidas que chegam por e-mail e/ou Whatsapp, pedidos de orçamento, comentários nas redes sociais, mensagens, entre outras. Após às demandas urgentes siga para a tarefa do dia.

4) Se prepare estrategicamente para otimizar seu tempo
Tenha um arquivo com respostas prontas para as perguntas frequentes, tenha um PDF com a apresentação da sua empresa, tenha em mãos uma tabela de preço dos serviços e produtos, crie modelos de orçamento, assim você só preenche e envia. Precisamos ser muito estratégicas na hora que sentamos para trabalhar, quem é mãe já não tem muito tempo livre, então é preciso otimizar.

5) Se posicione e eduque sua audiência
Você deve estar pensando: “nossa, mas eu vou perder cliente se não responder na hora”.
O tempo de resposta vai mudar em cada tipo de negócio, por exemplo, se o seu negócio é de “venda de comida no almoço”, sim, você precisa responder os comentários na parte da manhã e no horário de almoço com mais agilidade, pois algum cliente pode estar tomando a decisão de compra naquele momento.

Mas se o seu negócio for de “decoração de festa infantil”, tu tem um tempo maior de resposta, pois certamente a pessoa interessada está cotando, e irá fazer mais de um orçamento. Lembre-se, GERAÇÃO DE VALOR é muito importante, pois você precisa gerar valor no seu serviço, na sua entrega e solicitar depoimentos de clientes. Tudo isso vale mais do que responder primeiro, porém, caso responda depois, não é dois, três dias depois, é algumas horas depois.

Use as respostas automáticas ao seu favor, Whatsapp tem resposta automática, assim como o Facebook, então programe essas ferramentas. Assim o seu cliente não fica sem um retorno rápido, porém a resposta completa vem depois quando você puder parar para responder. Isso ajudará você a “educar seu cliente”, pois essa falsa ansiedade e pressão que recebemos que precisamos estar on line 100% não faz bem e acredito que conseguimos atender bem nos posicionando.

Essas foram cinco dicas para você mãe empreendedora começar a organizar as coisas.
LEMBRE-SE, só você sabe a sua rotina, as suas dificuldades e como as coisas funcionam para você.
Eu costumo falar que planejamento é muito pessoal, o que fica bom pra mim pode não ficar bom pra você, mas se alguma das minhas dicas te ajudar ou se você adaptar alguma delas, eu já fico extremamente feliz.

Comenta pra eu saber se te ajudou!

Mari Gonçalves
Idealizadora do projeto Oooh Mãeee

Siga o Oooh Mãeee nas redes sociais: INSTAGRAM | FACEBOOK 

O QUE VEM ANTES DAS REDES SOCIAIS?

Antes de começar a postar nas redes sociais você precisa ter algumas questões da tua EMPRESA bem organizadas e definidas.
Não importa se você é um consultor e não tem um CNPJ, se você está nas redes oferecendo um serviço/produto, você precisa pensar como uma empresa sim e, se posicionar como um profissional é extremamente importante.

É o que eu chamo de “organização para a venda”. São alguns passos básicos que você precisa seguir antes de sair publicando conteúdo nas redes sociais, por exemplo. O seu conteúdo pode ser o melhor dentro da rede, mas se você não deixar claro que está ofertando um produto/serviço, a venda pode demorar para acontecer ou talvez não vir. Então os passos são:

  • SITE – Se engana quem acha que ter um site caiu em desuso por causa das redes sociais. Eu te pergunto, se o Facebook ou Instagram saem do ar HOJE, onde as pessoas irão te encontrar? Não vale me dizer WhatsApp pois também é uma rede social sujeita a um dia acabar, não sabemos do futuro.
    O que sabemos é que quando compramos um domínio ele é nosso. E lá você pode contar sua história, colocar seu conteúdo, explicar seus produtos/serviços.
    Ter um local para onde direcionar seu cliente é fundamental.
    EXEMPLO: quando me pedem um orçamento normalmente demora um dia para eu enviar o pacote de rede social/consultorias, pois é bem personalizado.
    Então eu mando a seguinte mensagem: “até dia XX no período da tarde (ou período da manhã), te envio a cotação. Enquanto isso te convido a conhecer mais da Conteúdo Ativo CLICANDO AQUI  e alguns depoimentos sobre nosso trabalho no LINK . Dessa forma eu direciono a pessoa a me conhecer melhor e mostro que eu tenho uma organização no meu material de apresentação.

  • NÃO TEM SITE? FAÇA UMA APRESENTAÇÃO EM PDF – Gente, nós sabemos que fazer um site é um investimento e nem sempre fácil de fazer no início.
    Mas você pode ter uma apresentação da empresa em PDF. Neste arquivo você pode colocar tua história, descritivos de produtos de serviços e depoimentos.
    Esse arquivo pode ser feito no Google Drive, daí você pode deixar ele liberado para ter um LINK e poder enviá-lo para quem pedir. Já é um material de apoio para levar até mesmo em reuniões.

  • PACOTES DE SERVIÇOS / PRODUTOS – Nas consultorias que faço é muito comum eu perguntar para o empreendedor: ” o que tu faz/qual seu pacote de serviço? ” e a resposta acaba sendo muito vaga.
    Exemplo: “eu ajudo pessoas a se realizarem pessoalmente”, OK… Mas como? Daí a resposta é: “meu serviço é muito personalizado”, OK!
    Vamos lá… O serviço da Conteúdo Ativo também é bem personalizado, até porque cada empresa é uma empresa e atende um cliente e tem uma necessidade. E eu sempre faço uma adaptação dos serviços. Mas eu tenho pacotes definidos, 2 posts por semana , 3 posts por semana, com plano de marketing, sem plano de marketing…e por aí vai. E em cima desses pacotes eu faço uma adaptação caso necessário. Mas de pronto eu já tenho algo pra apresentar para meu cliente. E eu tenho algo para divulgar também, pois quando temos nossos serviços “empacotados” a divulgação flui muito mais fácil.

  • WHATSAPP COMERCIAL – Você já usa a versão empresarial do WhatsApp? Se ainda não, sugiro fortemente que você comece a usar. Ele oferece diversas configurações para melhorar o seu atendimento durante o dia, além de você poder separar sua vida pessoal da empresarial, pois isso é muito importante.
    A Conteúdo Ativo tem um E-book (CLIQUE AQUI PARA CONHECER) e, nele contamos passo a passo como você pode configurar o Whatsapp, cadastrar teus produtos e estratégias que você pode usar.
    CLIQUE AQUI e comece a usar hoje mesmo.

  •  E-MAIL INSTALADO NO CELULAR – O que vejo muito é alguns empreendedores que cadastram no seu celular o e-mail pessoal, e daí abrem o da empresa às vezes no notebook ou até tem o e-mail da empresa no celular mas não sincronizam e daí não recebem as notificações. A resposta de pronto é muito importante no processo de vendas, pelo menos um ” olá, recebi tua mensagem, em breve responderemos com detalhes”. Então se você ainda não criou o hábito de verificar seu e-mail da empresa, comece a exercitar isso.

Esses cinco tópicos são alguns dos passos que você deve tomar antes de começar a anunciar nas redes sociais. Claro que tem mais ações que precisam ser tomadas no processo de vendas, mas comece com essas que já será sucesso. No próximo artigo iremos falar de objetivos e estratégias, outro ponto crucial para quem quer vender pelas redes sociais.

Gostou?
Envie este artigo para um empreendedor.

Mari Gonçalves
Conteúdo Ativo

SERVIÇOS DE BELEZA: O QUE COMUNICAR SEM PODER ATENDER PRESENCIALMENTE

SERVIÇOS DE BELEZA

Seguindo nossa série com conteúdos de como manter suas redes ativas nesse momento, vamos falar do ramo da beleza.

Vale ressaltar que a Conteúdo Ativo está criando artigos com base nos mercados que atendemos e todas as sugestões podem ser mantidas após o retorno dos atendimentos. Utilize este momento para criar novos hábitos de comunicação.

Sem poder abrir seu salão de beleza, barbearia, clínica estética, etc, como se manter na mente dos seus consumidores?

O foco aqui é manter o relacionamento com seus clientes ativos e, as redes sociais são nossas aliadas neste período para mostrar que você se importa e está preparando um material para ajudá-los a passar por essa fase. Isso é muito importante! Vamos às dicas:

1) PACOTES DE SERVIÇOS

Crie pacotes de serviços que seus clientes possam adquirir e utilizá-los após a reabertura do seu estabelecimento. Monte pacotes especiais, divulgue primeiro para seus clientes fiéis e após abra para toda sua rede.

2) POSTE DICAS DE CUIDADOS EM CASA

Faça conteúdo com dicas de como manter os cuidados com a beleza e saúde em casa. Mas lembre-se que este conteúdo precisa ser bem pensado e direcionado. Indique ações que de fato sejam simples e possíveis de executar de forma caseira, como por exemplo, uma hidratação, um penteado, etc. Evite dicas que necessitem de equipamentos ou aparelhos especiais.

3) TESTE DIFERENTES FORMATOS DE CONTEÚDO

Diversas vezes focamos muito em apenas um formato de conteúdo, bem como em publicar o resultado dos nossos serviços e isso não está errado. Porém podemos aproveitar este tempo para explorar outros tipos de conteúdos e ao mesmo tempo exercitar a dica número 2.

Vamos lá:

  • VÍDEO – Grave vídeos demonstrando em você a sua dica de como se cuidar em casa, vídeo tutorial gera um grande engajamento nas redes e o conteúdo é apresentado de forma mais clara;

  • CARDS CARROSSEL – Os posts em carrossel são ótimos para entregar conteúdos mais complexos. Exemplificar seus pacotes de serviços ou apresentar as dicas. Divida seu conteúdo em no máximo 10 artes e instigue seu público a visualizar todos;

  • STORIES – Sabemos que não é fácil manter uma frequência nos stories e, muitas vezes repetimos os mesmos conteúdos da timeline que são os resultados dos nossos serviços. Não está errado, mas como citamos anteriormente podemos utilizar este momento para buscar o diferencial em seu canal. Por exemplo: fazer uma LIVE – você deve estar se questionando que LIVE não é algo inovador, mas se você não costuma fazer no seu canal, será algo novo para o  público. É possível testar e se funcionar, busque uma interação, coloque caixas de perguntas, enquetes, faça com que seu público converse, interaja. Use os stories para se aproximar mais da sua audiência.

4) LANCE CAMPANHAS / DESAFIOS

Usando a ideia número 2, os conteúdos de dicas de como manter os cuidados em casa podem se transformar em uma campanha/desafio.

Para engajar mais o seu público e ainda ganhar alcance neste momento, você pode publicar a dica e solicitar que eles executem, postem e marquem o seu perfil.  OU você pode chamar o público para um grupo fechado no Facebook/Whatsapp/Telegram e fazer o desafio acontecer lá. Desta forma também é possível criar um cadastro de clientes.

Essas foram algumas dicas. Não pare de comunicar neste momento.

Gostou? Indique este artigo para um amigo (a).

Mari Gonçalves
Conteúdo Ativo